Faltou o ar naquele dia em que nos cruzamos pela primeira vez. Fiquei atordoada de amor, mas quem não ficaria? Como apenas um olhar pode mexer tanto com alguém? Você nem notou. 
Tanto tempo para te fazer entender e perceber que eu estava ali. Sempre guardei lembranças muito bem e as que tenho de você estão aqui. 
Encontros supostamente por acaso na escola e te acompanhar com o olhar por tanto tempo que acabava me sentindo do teu lado. Então você finalmente percebeu, me notou, me amou e ainda me ama. E eu te amo. Você sabe o quanto te amo. Como te agradecer por estar aqui? Por me notar? Não posso retribuir tudo que fez e ainda faz por mim
Ainda me falta o ar, culpa do teu sorriso e do teu olhar.




Isabela Luccas


Deixe um comentário