Óh Marília bela!
Como podes esquecer que o tempo passaria?
Como podes esquecer de aproveitar o dia?
Esquecestes até do que já sabia.


Óh Marília bela!
O tempo foi tão cruel contigo,
levou teu amor e também teu abrigo.
Levou tudo o que lhe foi concedido.

Óh Marília bela!
Tu passastes a vida sonhando
enquanto passei minha vida pensando
e ambas vimos a vida passando.




Isabela Luccas


Deixe um comentário